Sabesp comunica que obra de R$ 7 milhões do Poção III já está em fase licitatória

Obras em 06 de abril, 2021 10h04m
Facebook Twitter Whatsapp

Mais uma importante notícia para a população de Jales. Já está em fase de licitação a obra de perfuração do Poção III, que será executada pela Sabesp, empresa responsável pelo sistema de abastecimento de água e coleta de esgoto de Jales. Orçada em R$ 7 milhões, a grande obra garantirá o abastecimento de água para Jales, Urânia e Santa Salete para os próximos vinte anos.

A informação foi anunciada pelo superintendente da Sabesp, Antônio Rodrigues da Grela Filho, o Dalua, e pelo gerente regional da companhia, Gilmar Rodrigues de Jesus, ao prefeito Luis Henrique Moreira e a vice Marynilda Cavenaghi, no dia 25 de março, no Paço Municipal. Segundo os representantes da Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo, após a fase de licitação, já será autorizado o início da obra.

Conforme explicou o gerente divisional Gilmar, cerca de 90% de toda a água que abastece a população de Jales atualmente é retirada do aquífero Guarani, considerado a segunda maior reserva de água subterrânea do planeta. Apesar da dimensão, devido à sua superexploração, o aquífero já apresenta sinais de rebaixamento, o que preocupa os técnicos.

Publicidade

Segundo Gilmar, apesar de o nível estar rebaixando, o sistema de abastecimento de água em Jales consegue manter a vazão suficiente para atender toda a demanda de consumo atual. “A perfuração do Poção III será de extrema importância para continuar garantindo regularidade do abastecimento de água por cerca de vinte anos ou até mais que isso”, informou.

Dalua relatou que a obra será realizada na Bacia Turvo/Grande, entre Jales e Urânia, em uma área de 1.500 m², doada pelo empresário Júnior Ferreira à Prefeitura de Jales, que cedeu à Sabesp para a realização da construção. “O Poção terá profundidade de 1.400 metros e expectativa de vazão de 300 mil litros por hora. As obras complementares incluem um reservatório com capacidade para 500 mil litros, três torres de resfriamento, duas estações elevatórias de água, automação, edutor, bombas, instalações hidráulicas e elétricas”.

O prefeito Luis Henrique Moreira aproveitou a oportunidade e enalteceu a magnitude da obra: “Temos que parabenizar a Sabesp, em nome do Dalua e do Gilmar, por este grande investimento, que vai garantir água pelos próximos vinte anos para as populações de Jales, Urânia e Santa Salete, e por estar sempre investindo em benfeitorias para a nossa população, além de desenvolver um serviço de excelência na distribuição de água potável para 100% da área urbana de Jales e no tratamento de esgoto”, enfatizou o chefe do executivo jalesense.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp