PATRIMÔNIO DO RIO DO PEIXE NAS TELAS DO CINEMA

Jornal Pratense em 30 de outubro, 2020 09h10m
Facebook Twitter Whatsapp

As primeiras cenas do filme Terra Bruta de Roberto Garcia Márquez  e direção de Julio Gonçalves Quinan  foram gravadas dia 18, no Distrito do Patrimônio do  Rio do Peixe.
O filme conta a história de um pistoleiro conhecido como Olho Morto, salvo e acolhido no seio de uma família, mãe viúva e um filho de 7 anos, onde é tratado de seus ferimentos até seu pleno restabelecimento. Durante esse tempo o matador solitário e selvagem experimenta, pela primeira vez, o verdadeiro sentido de um lar, feliz e harmonioso e se apega a eles.
Os problemas começam quando ele descobre um coronel, vizinho e ganancioso, que ambiciona ficar com a fazenda da viúva a qualquer custo usando de artifícios absurdos para consegui-la a qualquer preço.
Olho Morto passa a defender os interesses da viúva e do filho até o dia em que esta, já apaixonada por ele, descobre um grande segredo que vai afetar, para sempre, o relacionamento do trio. A história se passa em um tempo em que a violência e brutalidade conviviam com a inocência das pessoas no campo. É o velho Centro-Oeste brasileiro, longe da tecnologia que tardou a chegar nos grotões do serrado e manchou as terras com sangue. É o tempo do fio do bigode, onde honra e tradições se misturavam, levando a vinganças e rixas eternas.  
A equipe da Secretaria de Cultura e os moradores do distrito deram todo apoio durante as gravações. O filme será gravado em varias regiões, sendo que as primeiras cenas foram escolhidas pelo roteirista Roberto Garcia Márquez, para serem gravadas no Patrimônio.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp