Ciclismo conquista cada vez mais adeptos em Prata

Jornal Pratense em 13 de outubro, 2020 09h10m
Facebook Twitter Whatsapp

Pratenses ressaltam a paixão pela “magrela” e afirmam que pedalar proporciona uma vida mais saudável

A bicicleta está se tornando uma alternativa para quem quer deixar o carro na garagem, ter mais qualidade de vida ou praticar um esporte. Se você pensa em entrar para este time, mas ainda não deu o primeiro passo, melhor dizendo, a primeira pedala, nossa equipe de reportagem foi em busca de histórias inspiradoras de pessoas que se apaixonaram pela bike e mudaram completamente suas rotinas.   O técnico em prótese dentária, Nélio Aparecido Santos Silva, começou a pedalar há 16 anos e se apaixonou pelo ciclismo. Em 2004, após ser convidado por um amigo para fazer um passeio ciclístico pela região, ele achou interessante a experiência e chamou mais pessoas para conhecer a modalidade. Com o tempo, a equipe foi só crescendo e juntos criaram o grupo ‘Trilheiros do Cerrado’. O objetivo? Melhorar a saúde e aumentar o contato com a natureza. “O exercício ao ar livre proporciona um contato direto com a natureza e, é perfeito para desafiar o corpo e a mente. Sem contar que a cada trilha nós conhecemos ambientes diferentes, descobrimos montanhas, vales, cachoeiras e uma infinidade de lugares belíssimos na nossa região. Aprendemos muito em cada passeio”, conta.   Na casa dele, equipamentos e bikes, sejam elas para o dia a dia ou para trilhas, já fazem parte da decoração. Nélio também trocou o carro pela bicicleta e afirma que é uma opção muito saudável. Ele ainda conta que com a pandemia, muitas pessoas começaram a aderir à modalidade. “Como é um esporte ao ar livre e antes, com as academias fechadas, muitas pessoas começaram a pedalar e não pararam mais. Tenho alguns amigos que acordam as 4h da manhã para prática do esporte e chegam para trabalhar as 7h. Eles dizem que melhoraram muito a rotina, o ânimo mudou e a saúde também”, diz.  E as empresas especializadas no setor já sentem o aumento na procura por equipamentos, reparos e bicicletas especificas. José Geraldo de Oliveira e Gleiciane Silva Dias são donos de uma loja de bikes, no bairro Bela Vista. Eles contam que com a pandemia as vendas aumentaram muito. “É um esporte prazeroso e percebemos que nos últimos meses a procura cresceu, triplicou. Os modelos infantis também estão entre os mais pedidos, como as crianças estão em casa, sem aula, os pais começaram a procurar uma atividade esportiva para os pequenos”, explica o casal.   Quem também aderiu ao movimento da bike foi o empresário Jair, que há trinta anos trocou o carro pela bicicleta. “Eu sempre gostei de esporte, jogava bola, mas lesionei o joelho. O médico me sugeriu a bike e ela me ajudou tanto, que não precisei fazer cirurgia. De lá para cá só ando com ela. Uso carro quando vamos viajar ou levar minha esposa Elizangela em algum lugar”, diz. 
 
Bike em família!  
 A paixão pelo pedal veio pelos amigos do trabalho e foi o que impulsionou o técnico de segurança do trabalho, Eduardo Henrique Silva Pereira, que pedala há 8 anos, a não parar mais.  Ele conta que dentre todas as coisas boas que o ciclismo proporcionou, a melhor, fazer muitas amizades e ainda levar sua esposa Gisley Aparecida Pastori para bike. “Nós pedalamos juntos a 2 anos e por meio do esporte nossa relação se fortaleceu. Fazemos planos de lugares para pedalar, para podermos viajar pedalando e assim, ficamos mais unidos”, afirma.  Até a filha do casal também já está dando os primeiros passos no esporte. “Estamos nos preparando para ela nos acompanhar. Já levamos ela em uma trilha no Morrinhos e percebemos que ela também vai gosta. Queremos investir na nossa filha e assim a gente poder manter nossa família mais unida, através da bicicleta”, reforça.   

Pedalar é saúde!    
O educador físico Washington Willis Nogueira Brasileiro explica que pedalar envolve força nas pernas, equilíbrio e estabilidade. Aprender a pedalar ainda na infância faz com que a criança adquira autonomia, mantenha o corpo em movimento, desenvolva a coordenação motora e o equilíbrio. “Os benefícios não são apenas físicos. Pedalar estimula a atenção, a disciplina, a concentração e integra os amigos, gerando convívio social”, afirma Willis que ainda lista cinco motivos para aderir à bike, confira:   
   
1. Fortalece a Musculatura   
Pedalar é um exercício aeróbico, mas também ajuda no fortalecimento de músculos que você nem imagina. Praticando o ciclismo, você movimenta as pernas, glúteos e coxas, tonificando toda essa região e evitando, assim, lesões em outras atividades físicas.   
O pedal também é indicado, pelo mesmo motivo, para quem pratica corrida, pois as pernas ganham resistência para aumentar o desempenho e evitar lesões durante a prática do esporte.   
   
2. Auxilia na Saúde do Coração   
Ao realizar a atividade por 30 minutos, todos os dias, o corpo passa por uma diminuição da glicemia, ajudando no controle da diabetes. Além disso, o exercício ajuda na perda de gordura e na redução do colesterol, o que pode reduzir em quantidades significativas as chances de sofrer um infarto ou derrame cerebral.   
   
3. Reduz o Stress   
O ciclismo é um esporte muito democrático e que incentiva o convívio social. Pedalar em grupo pode ser uma ótima forma de relaxar e deixar o estresse para trás. Além de ajudar a manter as boas relações interpessoais, a atividade ajuda na liberação da endorfina, substância responsável pela sensação de bem-estar.   
   
4. Melhora na Respiração  
Ao ganhar condicionamento físico, você consegue ter uma respiração com mais ritmo e constância, o que é excelente para o bombeamento do sangue para o corpo todo. Dessa forma, o fluxo sanguíneo fica regulado e os problemas de circulação ficam bem longe.   
   
5. Ajuda no Equilíbrio    
Com o ciclismo, você exercita o equilíbrio sobre duas rodas e consegue transportar esse aprendizado para outros exercícios e para a mente, que acompanha o corpo ao manter a forma e balancear as emoções.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários