Romeu Zema se reúne com ministro da Saúde para discutir vacina contra a covid-19

Covid-19 em 30 de outubro, 2020 10h10m
Facebook Twitter Whatsapp

Ministério prevê vacinação a partir de janeiro de 2021; Governo de Minas já conta com plano de contingência para garantir distribuição

O governador Romeu Zema participou nesta terça-feira (20/10) de reunião, por videoconferência, com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, e demais governadores, para discutir o desenvolvimento de vacinas contra a covid-19. A previsão, segundo o ministro, é que a vacinação possa ser iniciada a partir de janeiro de 2021 por meio do Programa Nacional de Imunizações do SUS.
“O Ministério da Saúde garantiu que teremos vacina para os brasileiros a partir de janeiro do ano que vem, o que é um alento para os governadores. Para nós, o que interessa é ter uma vacina eficaz e com agilidade na produção. O estado de Minas já conta com um plano de contingência para garantir a distribuição a todos os mineiros”, afirmou o governador Romeu Zema.
O ministro Eduardo Pazuello afirmou que vai incluir a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com um laboratório chinês no cronograma de vacinação. A ideia é que sejam adquiridas 46 milhões de doses na primeira fase de produção, ainda este ano.
 
Opções
Segundo o Ministério da Saúde, o governo federal também já fechou acordo para a compra de cerca de 210 milhões de doses de vacinas em 2021. A produção da vacina está sendo feita pela Universidade de Oxford e acompanhada pela Fiocruz.
As vacinas estão em fase final de estudos e comprovação científica de sua eficácia para, posteriormente, serem registradas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Além delas, o Ministério da Saúde também apresentou os estudos e acompanhamentos realizados para a criação de outras vacinas a partir de parcerias com institutos de pesquisa, ciência e tecnologia do Brasil com empresas nacionais e internacionais.

Publicidade
Compartilhe esta notícia:
Facebook Twitter Whatsapp

Comentários